Perda

Corria a passos largos, contra o tempo. Três minutos separavam o futuro sublime de um passado de angústias. A distância pedia mais tempo. Se "baxasse" o Usain Bolt já estava de bom tamanho.

A cada passo sentia que tudo conspirava contra. A calça jeans mais larga do que aquilo que o seu corpo exigia limitava-lhe; a mochila pesada não compasava consigo, batia-lhe, com força, às costas; o sol castigava; e o suor queimava na barba recém-feita. Nunca os minutos passaram tão rápido. A cerca de quinhentos metros do aeroporto viu o avião decolar.

"Já era."

Parou, desolado, mas sem desesperar. Isso ficaria para mais tarde. Aquele momento era outro. Naquele momento era necessário aceitar. Aceitar e dar o próximo passo. Talvez se permitisse um táxi.

Fez isso.

Um comentário: